terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A antiga estação de trem


Com a promessa de chegada do VLT, aguarda-se com muito entusiasmo uma nova fase do transporte coletivo na Baixada Santista e também mudanças na paisagem urbana de Santos e São Vicente, as duas primeiras cidades contempladas pelo projeto do chamado “metrô de superfície”. Muitos anos depois dos bondes e bem antes que os ônibus e automóveis ocupassem praticamente todas as vias de acesso nas duas cidades, os trens também marcaram época – ainda que curta – no transporte de passageiros. Foi a retomada de uma antiga nostalgia de que as locomotivas seriam novamente a sensação do transporte de massas. Antes elas desfilavam pelas cidades da região do litoral, de Santos até Peruíbe, e hoje o VLT trás de volta essa possibilidade. A velhas estações aos poucos estão desaparecendo. A de São Vicente já não existe mais e cedeu espaço para o trânsito ensurdecedor da chamada Linha Amarela, criada para aliviar o fluxo da Presidente Wilson e das avenidas do Gonzaguinha. Essas imagens mostram a região central da cidade, quando os trens ainda faziam parte do cenário urbano. Foram feitas em 1982 ( não nos recordamos a época do ano) entre as 6 e às 7 horas da manhã, antes do expediente São Vicente Veículos, onde trabalhávamos no escritório da oficina. Em 1982 já existia foto colorida e a revelação já era feita em processo eletrônico, porém as imagens em P&B também eram objeto e culto para os estudantes de fotografia, como nós. Essas foram feitas na época em que frequentávamos o curso do já famoso Araquém Alcântara, na fase de experimental de composições em preto e branco. O filme foi revelado manualmente no Foto Embaré, no Gonzaga. Um amigo de andanças fotográficas dessa época foi o Penacho (da Valino Tintas), que nos vendeu a máquina Yashika FXD com a qual registramos a antiga e hoje desaparecida Estação de São Vicente. Com o Penacho também registramos cenas da área portuária de Santos e que, por descuido e inexperiência, perdemos os filmes numa blitz da Segurança das Docas.

2 comentários:

Anônimo disse...

BOA TARDE SOU MORADOR DE GUARUJA/SP, E GOSTARIA DE SABER SE HAVERA TRENS TIPO VLT ATÉ PERUIBE.

josé marques disse...

A antiga estação ferroviária de SÃO VICENTE (Centro,pois havia a de Vila Margarida e muitos anos depois surgiu a paradinha do Carrefour) ,sim a estação foi completamente demolida na gestão do atual VICE GOVERNADOR , SR. MARCIO FRANÇA , que na época a demoliu sem dó ,piedade ou senso da importancia daquele simples prédio,para ele,e GRANDE E HISTÓRICO PARA NÓS DA COMUNIDADE FERROVIÁRIA E PARA A HISTÓRIA DA CIDADE. Muitos pedidos foram feitos para que não demolissem mas o SR. MARCIO FRANÇA dizia que como a arquitetura da estação não significava alguma escola arquitetônica importante ....ele demoliu , meteu o trator por cima.ENGRAÇADO QUE ATÉ HOJE NADA FOI ALI FEITO , NEM UM CENTRO CULTURAL NEM NADA QUE MARQUE A PRESENÇA FERROVIÁRIA . E NENHUMA ESTAÇÃO DO VLT POSSUI HOMENAGEM A FERROVIÁRIO ANTIGO , JÁ QUE POIS OS ANTIGOS FERROVIÁRIOS SOCORRIAM MUITAS ESCOLAS OU PREDIOS PUBLICOS QUE PRECISASSEM DE MANUTENÇÕES.......MAS ISTO FICA NA POEIRA DO TEMPO ; E SE PERDE PELA IGNORÂNCIA DOS QUE PARA FOMENTAR E INCENTIVAR O RODOVIARISMO DESTROEM AS FERROVIAS .OBRIGADO PELO ESPAÇO.